Esporte: Jiu Jitsu

Oie!

Tudo bom gente?

Hoje vim falar um pouco de esporte, eu nunca fui uma pessoa atleta, fui uma criança gordinha e uma adolescente gordinha, na verdade eu ainda sou gordinha HAUHAUHUAHAUHAUHAUHU…

Joguei tênis por uns anos, eu gostava muito, mas não era um amooooooor assim sabe, tinha um ídolo no tênis, o Gustavo Kuerten, na verdade eu ainda gosto muito do trabalho do Guga, pois ele foi Brasileiro e jogou até onde o físico e psicológico dele permitiu #valeuguga rs

Ano passado eu descobri o jiu jitsu, na realidade fui arrastada para uma aula e AMEEEEEEEEI, desde então (agosto de 2014) não parei mais mentira eu parei sim, mas voltei gente…rs

Para quem não sabe Jiu Jitsu é uma arte marcial japonesa que usa como técnicas principais golpes com alavancas, torções e pressões para derrubar e dominar o oponente. A finalidade de sua criação foi para que os samurais, ao perderem suas espadas terem uma maneira de se defesa desarmada.

O que mais me atrai neste esporte é que não basta você ser forte, força ajuda, mas não é tudo…é uma arte marcial com técnica, que o tempo todo faz você pensar (seja no que você vai fazer, no que seu oponente pode fazer a partir do que você fez, como você vai responder aos movimentos de seu oponente) e eu ME APAIXONEI por isso!

Ano passado depois do meu primeiro campeonato e eu ser finalizada em menos de 30 segundos (finalização é quando seu oponente te golpeia de forma que você não consegue se defender e precisa “entregar” a luta, ou poderá se machucar ou até “apagar”) daí me achei um lixo e resolvi aposentar meu Kimono.

MAAAAAAAAAAAAAAAS, é pra isso que existem as amigas! A Débora ficou no meu pé por MUITO tempo e me convenceu a ir fazer uma aula teste na Alliance Centro e estou lá até hoje!

Amiguinhas de treinos e risadas
Amiguinhas de treinos e risadas

Existem 5 faixas na categoria adulto:

  • Branca
  • Azul
  • Roxa
  • Marrom
  • Preta

E minha meta é ser faixa preta (daí a #sejafaixapretamarcia) , mas para isso ainda tem muito treino e tenho que ficar “braba” (daí a #fiquebrabamarcia)…tenho que ficar braba pois sou uma molenga, tenho medo de machucar as amiguinhas no treino e não faço força com elas (o que é errado, pois se eu não fizer força nos treinos, não farei em campeonatos).

Fui para dois campeonatos este ano (até o momento), demorei 6 meses para perder o medo do tatame em campeonato, fiquei tão chateada com a forma que perdi da primeira vez que evitei competir até onde deu ahuahuahuahua.

Em ambos os campeonatos não fui campeã, mas aprendi muito com as “derrotas”, pois você só tem certeza de como esta evoluindo e como precisa evoluir lutando com pessoas que não tem costume de treinar. Pelo menos eu penso assim.

Gosto tanto de jiu jitsu que resolvi mudar minha rotina para melhorar meu desempenho no esporte.

Comecei com 92kg em janeiro e hoje estou com 83kg, minha meta é 75kg.

Para quem acha que jiu jitsu é para homens, está engando! Olha a mulherada!
Para quem acha que jiu jitsu é para homens, está engando! Olha a mulherada!

Eu treino na Alliance Centro, fica na Avenida Duque de Caxias, 94.

Meu professor é o Ricardo Mesquita, mas o Wesley Santos e o Ale Martins (ambos faixa azul) dão aulas pra galera também.

Galera após um treino
Galera após um treino

Vou deixar o link da página do meu professor para que você possam conhecer o trabalho dele! ( e de boa gente, meu professor é F O D A).

Ricardo Mesquita – Jiu Jitsu e Capoeira

Espero que tenham gostado do post!

bjss

Márcia